Loja Colaborativa

As lojas colaborativas são uma nova tendência no Brasil, muito ainda tem a ser desenvolvido neste seguimento. No entanto, o conceito é europeu e já existe ha tempos. Este modelo de negócio privilegia a diversidade e os pequenos artesãos e produtores. O proprietário da loja disponibiliza um espaço físico para comercializar o trabalho de diversos artesãos e pequenos produtores. Esse espaço geralmente é separado por boxes, araras, prateleiras e nichos.

Loja Colaborativa como Funciona e como Montar

A loja colaborativa vem para solucionar um problema e atender a necessidade dos produtores independentes como artesãos e outros pequenos empreendedores. Este nicho tem dificuldade de encontrar um bom espaço para comercializar seus produtos. Já existem marcas que estão inclusive criando franquias com este tipo de negócio.

Os espaços são alugados por aqueles que querem vender seus produtos e não tem condições de arcar com os custos de uma loja física. Para os novos empresários que buscam inovar no mercado, a economia compartilhada tornou-se um grande negócio.

Com boxes que variam de R$ 100, os de menor tamanho, até R$ 540, as lojas colaborativas tem se tornado uma ótima opção.  Cada loja cria seu próprio esquema organizacional de acordo com sua cidade e realidade. Existem lojas que além do aluguel cobram um percentual pela venda, para cobrir custo com cartão e impostos.

Qualquer auxílio na divulgação do trabalho do artesão é sempre bem vindo. O modelo está envolto de oportunidades de crescimento para os pequenos produtores. O primeiro benefício certamente é a divulgação do trabalho do artesão em um espaço em que outros produtores também expoe. Alguns deles com mais tempo no mercado e marca consolidada, também estão vendendo seus produtos. Esse processo ajuda, sem dúvida, na consolidação de sua marca.

Vantagens das lojas colaborativas para o cliente

A possibilidades de firmar parcerias com outros artesãos.  O modelo não requer que o produtor, artesão fique constantemente no espaço de venda. A loja disponibiliza vendedores que atenderão os clientes. Não precisar permanecer na loja garante ao produtor mais tempo para produzir os produtos.

Também não demanda preocupação com nenhum tipo de questão administrativa de uma loja. Impostos, funcionários, horário de funcionamento, leis trabalhista e tudo mais.

Cuidados no planejamento da loja colaborativa

A localização da loja é uma questão importante, é necessário ter bom movimento de pedestres. O número de funcionários da loja precisa ser suficiente para atender a demanda de clientes.  As condições do contrato referente às taxas, datas e formas de pagamento, precisam ser estrategicamente pensado para ser benéfico para ambos os lados.