Comunidade Suíça busca moradores estrangeiros e deve pagar cerca de R$80 mil

0
Comunidade Suíça busca moradores estrangeiros e deve pagar cerca
Comunidade Suíça busca moradores estrangeiros e deve pagar cerca de R$ 80 mil

Comunidade Suíça busca moradores estrangeiros e deve pagar cerca de R$80 mil

Albinen, é uma pequena aldeia suíça perto de Leukerbad, no cantão do Valais,. Com cerca de 240 habitantes é uma das muitas na Suíça que experimentou um êxodo preocupante de residentes permanentes nos últimos anos.

Embora existam muitas casas de férias na vila pitoresca, residentes permanentes, especialmente famílias jovens, estão escolhendo se afastar. Três famílias deixaram a aldeia nos últimos anos, incluindo oito crianças, o que significa que a escola da aldeia foi forçada a fechar,

Como resultado, os residentes locais exigiram que o conselho faça algo para ajudar a reverter o declínio e garantir o futuro da aldeia. A ideia é uma nova política que ofereça dinheiro aos estrangeiros que estão dispostos a viver na aldeia por pelo menos uma década.

E este é o seu plano – famílias ou indivíduos de outros países que decidem comprar ou construir uma casa em Albinen seriam elegíveis, sob certas condições, para uma concessão de 25.000 francos por adulto e 10.000 francos por criança, de acordo com informações publicadas no  Boletim de Notícias do município. Algo em torno de R$ 80 mil no câmbio atual.

O que é necessário para se candidatar?

No entanto, existem condições. Para ser elegível, você deve ter menos de 45 anos e concordar em viver na aldeia por pelo menos dez anos. A propriedade a ser comprada ou construída deve ter um valor mínimo de 200 mil francos, e deve ser uma casa permanente, e não uma segunda residência.
O dinheiro não precisa ser reembolsado, a menos que você deixe a aldeia antes do prazo de dez anos

“É um investimento no futuro da aldeia”, diz o boletim, acrescentando que a comunidade beneficiará das novas famílias através de impostos, contratos de construção e compras na loja da aldeia, enquanto os jovens trarão a vida de volta para a aldeia.

Não há muitos empregos, o presidente da comunidadel Jost informou que as cidades de Visp e Sion estão a apenas meia hora de carro. E então vale apena se aventurar a uma mudança de vida como essa?