Investimento Anjo

Para aqueles que tem uma nova empresa, também conhecida como Startup e buscam investidores anjo precisam ter em mente que o processo é composto por duas etapas. Sendo a primeira a estruturação do negócio e a segunda a captação dos investimentos.

É importante que o  empreendedor conheça como funciona o Investimento-Anjo, para compreender no que poderá ajudar seu negócio, como deverá se preparar. Também é necessário saber os requisitos e principais termos da negociação.

A pesquisa de mercado é fundamental para testar e validar suas ideias para verificar se atendem as expectativas e necessidades  do público alvo. Ainda é necessário avaliar a concorrência e comparar suas vantagens competitivas.

Caso o empreendedor não tenha condições de fazer toda a estruturação ele mesmo, deverá contratar um Conselheiro (também chamado de advisor). Este profissional poderá orientá-lo no desenvolvimento de todas as etapas em troca de uma pequena participação no negócio. O advisor pode ser inclusive um investidor-anjo, que posteriormente pode até se tornar o investidor-líder da sua startup. Leia mais aqui.

Desenvolver um protótipo ou prova de conceito do principal produto/serviço que irá ofertar com objetivo de apresentar para os consumidores potenciais para sua validação. Fato importante para o Investidor-Anjo, a fim de dar maior clareza da sua proposta, bem como demonstrar sua capacidade de execução.

Encontrar o time certo avaliando competências é essencial para o seu negócio. Caso os fundadores tenham as mesmas será necessário buscar novos colaboradores para complementarem.

Elaborar uma apresentação e um “Pitch“, modelo de negócio que contenha os itens mais relevantes do projeto. Como  por exemplo, qual necessidade seu produto/serviço atende, como irá satisfazer esta necessidade, qual o mercado-alvo/perfil do cliente. Importante também abordar como irá divulgar/comercializar, como/quanto espera faturar e qual valor de investimento precisa e para que será utilizado.

Como Conseguir Investimento Anjo para Sua Empresa

Agora inicia-se a procura, o empreendedor começa a buscar o investidor-anjo certo para seu negócio. Aquele que tanto poderá se interessar pelo mesmo quanto agregar valor, com sua experiência, conhecimento e rede de relacionamentos. Caso queira, o empreendedor deverá submeter seu pitch e apresentação para Investidores Brasil que o encaminhará aos investidores mais próximos. Participar de eventos e concursos para apresentação do seu negócio também é valioso.

Após encontrar o potencial investidor-anjo interessado, passa-se para a fase de reuniões em que o empreendedor irá apresentar mais detalhes de sua startup bem como conhecer melhor o perfil do investidor-anjo. Sendo as reuniões bem sucedidas passa-se para o fechamento dos principais termos da negociação (o chamado term-sheet). Onde são estabelecidos o valor que será investido, participação que o investidor-anjo terá no negócio e como os dois irão se relacionar, isto é, quais os direitos e deveres de cada um.

Tendo todas as condições acertadas os contratos são assinados e o investimento é efetivado. Importante observar que na realidade este é só o começo do negócio. Agora o empreendedor deverá focar totalmente na execução e o investidor-anjo irá apoiá-lo com orientações e conexões.

Se gostou do assunto curta o Portal. Não deixe de ler as matérias complementares caso seu objetivo seja montar uma startup e buscar investimentos. Conte conosco!