Que tal tornar-se um Profissional do Mercado de Capitais?

Para tornar-se profissional do mercado financeiro alguns detalhes fazem a diferença. No entanto, graduação não é obrigatório. Para trabalhar no mercado de capitais a certificação é a porta de entrada. Os profissionais que possuem a certificação sem dúvida já estão à frente dos demais e certamente estão mais preparados.

Profissional Mercado Financeiro Oportunidades de Carreira

A próxima questão sempre se refere a qual certificação adquirir. O Conselho Monetário Nacional, órgão diretivo do Mercado Financeiro, em 2003 aprovou através do Banco Central a resolução 3158. Tornou compulsória a certificação para profissionais que mantém contato com investidores. O fato foi um grande avanço para o mercado visto que as certificações vêm elevando o nível dos profissionais. Fato que vem melhorando o atendimento aos clientes. Além de contribuir para o desenvolvimento do mercado de capitais.

Algumas das certificações para seu conhecimento:

ANCORD: Se você pretende ser um agente autônomo de investimentos esta deve ser sua opção. Você irá trabalhar como autônomo representando uma determinada instituição financeira, sem vinculo empregatício. Este profissional vende produtos de investimento, ações, fundos da instituição a qual representa. Para quem pretende trabalhar como agente autônomo na corretora também precisará ter a certificação PQO da BMF&BOVESPA.

ANBIMA Private Banker/CFP: Ideal para quem pretende ser Planejador Financeiro ou Private Banker. Profissionais que atendem clientes que tem mais de alguns milhões para investir.

Já para os consultores de investimento ligados a alguma instituição financeira a certificação mais apropriada é a AMBIMA CEA. Este profissional não fica diretamente nas agências, mas auxilia a área comercial com informações sobre investimentos aos clientes.
Aqueles que sonham em serem gestores de recursos, com poder de decisão e escolha sobre portfólio de fundo de investimentos certificação obrigatória é a AMBIMA CGA. O candidato precisará estudar muito, visto que é uma certificação muito extensa.
AMBIMA CPA 10 e CPA 20 são obrigatórias para quem pretende trabalhar em agências bancárias como gerente de contas e investidores qualificados respectivamente. Entende-se por investidor qualificado aquele que possui mais de R$300.000,00 aplicados no mercado financeiro.

Os analistas de investimento são profissionais que analisam o desempenho do mercado, dos setores econômicos e das empresas e recomendam compra ou venda de ativos. A APIMEC é a instituição certificadora destes profissionais. O CNPI – P é mandatório para analistas fundamentalistas, aqueles que recomendam compra ou venda das ações com base nos fundamentos das empresas. Já o CNPI-T é para analistas técnicos, que fazem recomendação de compra e venda com base em estudos estatísticos, com base em preço e volume negociado.

Como funcionam as provas para Profissional do Mercado Financeiro

Em sua maioria as provas são feitas no computador com local e hora marcados. A CGA é bastante extensa em profundidade técnica e quantidade de disciplinas. Já as provas do CNPI são divididas em três etapas. Etapa de conteúdo global sobre o mercado e seus produtos. É obrigatória para que vai fazer o CG1(analista fundamentalista) e para quem o CT1 (analista técnico), que tem a segunda fase separada.
Na hora da contratação as instituições preferem profissionais já certificados. Se você pretende aplicar-se para algum dos certificados a dica é que estude desde cedo e bastante para que consiga ingressar no mercado financeiro.

Você também pode gostar desta matérias. Se gostou do assunto curta o Portal e compartilhe!