Mercado de flores superou o crescimento previsto de 8% para o ano no primeiro semestre

O mercado de flores  que previa faturamento de R$ 6,6 bi. O que significa um crescimento de 6%a 8% para este ano. No entanto, o mercado de flores superou o crescimento previsto de 8% para o ano no primeiro semestre. De acordo com dados fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), em 2015 o faturamento do setor foi de R$ 6 bilhões e R$ 5,7 bilhões em 2014.

O país se destaca na produção, com mais de 6,5 mil hectares de área de floricultura e cerca de 8.248 produtores cadastrados no Instituto. E a tendência de crescimento é mundial. O pais conta com cerca de 8 mil produtores de flores e plantas. Juntos, eles cultivam mais de 350 espécies por volta de três mil variedades.

O mercado de flores é muito importante  para economia brasileira. É responsável por 215.818 empregos diretos, dos quais 78.485 (36,37%) são relativos à produção, 8.410 (3,9%) relacionados à distribuição, 120.574 (55,87%) no varejo, 8.349 (3,8%) em outras funções, em maior parte como apoio, informa o instituto.

O Maior Produtor

Holambra conhecida como a “capital das flores”, no interior paulista, é uma antiga colônia holandesa hoje com cerca de 12 mil habitantes. Maior produtor do país e centro de comercialização de flores e plantas ornamentais. a cidade responde por 50% do mercado brasileiro do setor.

Com duas importantes cooperativas o Veiling de Holambra e Cooperflora. O Veiling tem aproximadamente 400 sócios produtores, com maioria de Holambra, ou cidades próximas. Possui cerca de 600 clientes (empresas) ativos que participam de leilões reversos diários para abastecer atacadistas e varejistas de flores e as principais redes de autosserviço em todo o território nacional. A Cooperflora compreende 58 produtores e atende a 400 clientes com uma produção semanal de 2 milhões de hastes e estima crescer entre 7% e 10%.

Veja também as novidades em flores para o mercado de decoração brasileiro.