Lucro com Aluguel de Ações – Como Funciona- Quanto Ganhar

0
Lucro com Aluguel de Ações - Como Funciona- Quanto Ganhar
Alugar ações é fonte de renda para carteiras de longo prazo

Aluguel de Ações

Para aqueles investidores que pretendem montar uma carteira de ações para investimento de médio e longo prazo o aluguel pode ser interessante. Através do aluguel você empresta suas ações a outro investidor. Recebe uma remuneração por isso. Qualquer investidor, pessoa física ou jurídica, pode emprestar ou tomar ações emprestadas.

Lucro com Aluguel de Ações – Como Funciona- Quanto Ganhar

O investidor que empresta é chamado doador, ele é o proprietário das ações e o tomador é o locatário da operação. A estratégia do doador é rentabilizar a carteira de ações de longo prazo. Já o tomador costuma focar no curto prazo, buscando lucrar com a queda no preço das ações. Fato que ocorre quando o mercado está em tendência de baixa.

Este tipo de transação ocorre da seguinte forma: o doador entra em contrato com sua corretora e firma contrato disponibilizando suas ações para empréstimo.

Para firmar o contrato será necessário especificar algumas informações importantes. São elas, o código do ativo, a quantidade desejada para doar, a taxa do aluguel, o prazo para devolução, se é renovável ou não e o tipo do contrato.

Obrigações e direitos do doador

Durante o período de inpréstimo das ações  o doador não poderá participar das assembleias da empresa nem tão pouco negociar as ações que foram emprestadas.

No entanto, o investidor doador tem o direito de receber eventuais proventos concebidos pela empresa. Como por exemplo dividendos, juros desdobramentos ou qualquer outro provento. O doador também receberá a taxa de aluguel negociada com o tomador no fechamento da operação.  Receber a taxa líquida de 0,05% ao ano da BM&FBovespa sobre o volume emprestado também é direito doador.

Obrigações e direitos do tomador

O tomador deve fornecer garantias financeiras para que o empréstimo seja aprovado. O total exigido de garantias para o empréstimo é de 100% do valor das ações mais um intervalo de margem específico para cada ativo. Este percentual variável é revisado regularmente e divulgado pela CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia).

A garantia diferenciada poderá ser solicitada pelas corretoras, por exemplo, uma margem maior para fazer o empréstimo. Deste modo, é importante entrar em contato com a central de atendimento da corretora para saber quais as exigências para a liberação do aluguel

O tomador deve pagar a taxa de aluguel acordada no final do contrato e devolver as ações ao doador no final do contrato. Importante atentar-se para o tempo de compensação das transações com ações. Se você vendeu as ações alugadas precisa recomprá-las até 3 dias antes do final do contrato para que possa fazer a devolução ao tomador.

O tomador poderá vender as ações quando achar mais adequado durante o período do contrato e recomprá-las também. Tudo de acordo com suas análises.

O empréstimo de títulos torna os mercados mais líquidos.  Fato que aumenta sua eficiência e flexibilidade. fato que beneficia investidores com estratégias de curto e longo prazo.

Se você buscou este assunto certamente será interessante ler também sobre este assunto. Curta o portal e deixe sua dúvida ou comentário abaixo.